O coronavírus está se espalhando pelo mundo todo, tirando todos os dias mais vidas e colocando as economias de países inteiros em espera. A Rússia não foi exceção e já está no processo de combater uma nova ameaça. Se quisermos comparar o nosso país com um organismo, a doença já se infiltrou, e tudo o que resta é esperar. Todo ser humano, como uma célula infectada, produz obedientemente milhões de cópias do vírus, aumentando o risco de infecção para outros. Felizmente, ao contrário das células indefesas e obedientes, temos as ferramentas para controlar a gravidade dessa doença.

Uma das ferramentas mais poderosas capazes de conter a infecção é a tecnologia de reconhecimento facial, juntamente com a solução FindFace Security baseada nela. Naturalmente, surge a pergunta: «Mas como uma tecnologia não médica pode combater uma infecção viral? «De fato, vamos deixar a batalha contra o próprio coronavírus para microbiologistas e epidemiologistas que atualmente estão trabalhando duro em laboratórios e hospitais em todo o mundo. O reconhecimento facial, por sua vez, pode desempenhar um papel crucial na limitação do número de infectados.

Como isso funciona?

As autoridades de Moscou já apreciaram a contribuição da biometria facial para proteger a população do vírus. Assim, um cidadão da Rússia que chegou de Milão no final de fevereiro foi colocado em quarentena. O sistema de reconhecimento facial ao qual as câmeras de vigilância da cidade estão conectadas instantaneamente foi capaz de determinar identidade dele quando ele saiu para jogar lixo na rua, violando assim a quarentena. Um protocolo foi elaborado. Obviamente, a aplicação de sanções por violação da quarentena pode agora parecer exagerada, no entanto, isso demostra as capacidades dos sistemas de reconhecimento facial e em uma epidemia em larga escala sua presença facilitará muito o trabalho dos serviços de vigilância e controle.

Em toda Rússia, mais de 500 pessoas foram levadas à responsabilidade administrativa por violações do regime de auto-isolamento. Basicamente, esses são cidadãos que retornaram do exterior.

Como se costuma dizer, os tempos difíceis exigem medidas desesperadas e, infelizmente, sem o isolamento dos infectados ou potenciais confirmados de coronovírus, será impossível garantir a segurança dos cidadãos em toda a cidade e país. Os sistemas de reconhecimento facial são a única maneira de reduzir o número de pessoas infectadas sem a necessidade de mobilizar um grande número de pessoas. As pessoas em quarentena são simplesmente adicionadas a listas especiais, permitindo que o sistema alerta instantaneamente os operadores sobre qualquer violação. Além disso, é fácil rastrear em tempo real com quem esteve em contato com a pessoa em quarentena e tomar as medidas apropriadas.

Com a ajuda de câmeras conectadas ao sistema de reconhecimento, também é possível coletar informações estatísticas impessoais para monitorar áreas de quarentena na forma de quadras, parques, casas individuais ou varandas. Graças à função de contagem por silhuetas, os serviços relevantes poderão melhorar a segurança em caso de violações em massa nessas áreas. Em particular, em Moscou está sendo implantado o sistema com 175 mil câmaras baseado no sistema de solução FindFace capaz de monitorar a situação atual e cumprimento do regime de auto-isolamento na escala de uma metrópole inteira.

Vantagens do FindFace

Você já reparou como o número de pessoas que usam máscaras e respiradores nas ruas da cidade aumentou drasticamente? Embora a causa desse fenômeno seja óbvia, os motivos das pessoas podem variar bastante. Alguém está seriamente preocupado com a saúde das pessoas ao redor, alguém vê isso como uma oportunidade para completar a imagem do ninja urbano e alguém esconde o rosto na esperança de escapar da responsabilidade por atos ilegais. Na China, por exemplo, a alta distribuição de máscaras entre a população deixou os sistemas de reconhecimento facial amplamente usados em caos, o que em uma situação de pandemia pode apenas adicionar problemas.

РA solução FindFace Security é protegida contra esse tipo de colapso, pois reconhece os rostos com alta precisão, mesmo com máscaras, lenços, óculos e outros elementos que cobrem parcialmente os traços faciais. Trata-se de um revolucionário algoritmo de rede neural que cria um vetor das características de cada rosto e o compara com os do banco de dados. Cada vetor é único e, mesmo que uma parte dele não possa ser revelada devido a obstáculos, a pessoa ainda será reconhecida com os recursos disponíveis. Além disso, o sistema pode determinar a presença de uma máscara médica no rosto e se está sendo usada corretamente. A eficácia do sistema tem sido repetidamente comprovada em testes internacionais.

As versões recentes do sistema foram complementadas por uma série de inovações diretamente destinadas a combater a pandemia COVID-19. O FindFace agora é capaz de reconhecer não apenas os rostos, mas também silhuetas com alta precisão. Caso a situação da pandemia ficar fora de controle, é possível detectar contatos e analisar conexões sociais pesquisando através do histórico. Dessa forma, é possível localizar o círculo de pessoas potencialmente infectadas e tomar medidas de quarentena com mais precisão, cuidando da saúde das pessoas doentes e minimizando os inconvenientes para as pessoas saudáveis. Atualmente, o reconhecimento facial é o único método eficaz de monitoramento social em um ambiente urbano, significativamente superior aos métodos de geolocalização.

A principal vantagem da tecnologia de reconhecimento facial é que ela não exige nenhum contato, algo que outros sistemas de controle biométrico não podem se orgulhar, por exemplo, trabalhando com impressões digitais. Na situação atual, é mais provável que esses sistemas jogam a favor do coronavírus e espalham ele entre as massas. A implementação generalizada de sistemas biométricos faciais para controle de acesso também ajudará na luta contra a pandemia. Além disso, é possível trabalhar simultaneamente com sistemas para medir a temperatura corporal remotamente.

Assim, o sistema de reconhecimento facial FindFace da NtechLab poderá trabalhar de maneira confiável em condições difíceis e garantir a segurança pandemiológica de população sem envolver forças adicionais. No futuro, esses sistemas permitirão reduzir à zero as ameaças de vírus, permitindo isolar as pessoas infectadas no local sem a chance de propagação adicional.


Interessado nos meandros do sistema de reconhecimento facial projetado para impedir a propagação do COVID-19? Descubra exatamente como o FindFace ajuda a combater uma pandemia.